quinta-feira, 20 de agosto de 2009

SONG: THE BOY DOES NOTHING by Alesha Dixon


The Boy does nothing by Alesha Dixon

I got a man with two left feet
And when he dances down to the beat
I really think that he should know
That his rhythms go go go

I got a man with two left feet
And when he dances down to the beat
I really think that he should know
That his rhythms go go go

CHORUS

Does he wash up? Never wash up
Does he clean up? No, he never cleans up
Does he brush up? Never brushed up
He does nothing the boy does nothing

Hey boy how you been?
I got a thousand lines
Where do I begin?
And I've been here, been there
Traveling
I saw you at the corner
My vibe kicked in

And
Two fields
I clock you
Wearing tight jeans
A real nice suit
He was smiling like you
Was just seventeen
I asked him for a dance
He said 'yes please'

Take a sip of dancing juice
Everybody's onto you
Through the left and to the right
Everybody hit the rhythm
It's on tonight
I'm gonna feel the heat within my soul
I need a man to take control
Let the melody blow you all way

CHORUS

Does he wash up? Never wash up
Does he clean up? No, he never cleans up
Does he brush up? Never brushed up
He does nothing the boy does nothing
(repeat chorus)

work it out now
work it, work it out now

do the mumbo
shake it all around now

everybody on the floor
let me see you clap your hands

I wanna see you work
I wanna see you move your body in turn
I wanna see you shake your hips and learn

I wanna see you work it, work it, work it now

CHORUS

Does he wash up? Never wash up
Does he clean up? No, he never cleans up
Does he brush up? Never brushed up
He does nothing the boy does nothing
(repeat chorus)

And if the man can't dance, he gets no second chance


EXERCISES

1. Listen to the first part of the song and fill in the gaps with the words in the box:

Beat, Brush up, Brushed up, Clean up, Cleans up, Dances, Does (2), got (2), Know (2), Think (2) Wash up(2)

I __________a man with two left feet
And when he ________ down to the
I really that he should __________
That his rhythms go go go

I __________a man with two left feet
And when he __________down to the beat
I really __________that he should __________
That his rhythms go go go

CHORUS
Does he _______? Never _______
Does he _______? No, he never _______
Does he _______? Never _______
He _______ nothing the boy _______ nothing

2. Listen to the 2nd part of the song and fill in the gaps with the words in the box:

Been (3), begin, got, kicked, saw, Traveling

Hey boy how you __________?
I __________ a thousand lines
Where do I __________?
And I've __________ here, __________there
__________
I __________ you at the corner
My vibe __________ in

3. Listen to the third part of the song and classify the words in bold according to their pronunciation.

And
Two fields
I clock you
Wearing tight jeans
A real nice suit
He was smiling like you
Was just seventeen
I asked him for a dance
He said 'yes please'

/i:/
/u:/
/a:/

4. Listen to the 4th part of the song and fill in the gaps with these prepositions: of, on, onto, to (2), within.

Take a sip ______ dancing juice
Everybody's ______ you
Through the left and ______ the right
Everybody hit the rhythm
It's ______ tonight
I'm gonna feel the heat ______ my soul
I need a man ______ take control
Let the melody blow you all way

5. Listen to the following part and underline the verbs. Which of them express movement? Use the dictionary if you need it to check the meaning.

Work it out now
work it, work it out now
do the mumbo
shake it all around now
everybody on the floor
let me see you clap your hands
I wanna see you work
I wanna see you move your body in turn
I wanna see you shake your hips and learn
I wanna see you work it, work it, work it now

6. Put the following lines of the song in Standard British English.

a. I got a man with two left feet
____________________________________
b. Never wash up

_________________________________
c. Hey boy how you been?
____________________________________
d. I'm gonna feel the heat within my soul
____________________________________
e. I wanna see you work

7. Translate the final sentence and explain the meaning of it in the context of this song. What is the girl trying to say to the boy?:

And if the man can't dance, he gets no second chance.


8. Class discussion:
List all household chores you can think of.
Who does each of them in your home?
Which is your favourite? And your least favourite? Why?

9. Watch and enjoy the video.

terça-feira, 18 de agosto de 2009

Seminário de Inglês Instrumental - Curso de História ( UVA)
















Olá, pessoal!

Recebi um link que vale a pena compartilhar com vocês. Trata-se do siteNewseum, que mostra a primeira página de jornais do mundo todo. Basta escolher um país, passar o mouse por cima das bolinhas amarelas para visualizar os jornais, se quiser abrir a página (em formato .jpg), basta clicar no link do jornal selecionado.

Para quem trabalha com gêneros textuais, tem aí uma boa fonte de materiais do gênero jornal para explorar. Que tal uns exercícios de leitura, treinando a inferência e a predição com jornais chineses, russos, árabes?!

Ou ainda, vale usar os jornais em inglês para leitura com base nas estratégias skimming e scanning.

Ou só navegar sem destino pra matar a curiosidade e descobrir o que está acontecendo por aí :-)

O link está bem aqui.











A expansão da Lingua Inglesa

Wow! A língua inglesa chegou no dia 10 de junho à sua 1.000.000ª palavra. Isto mesmo! Um milhão de palavras! Não é pouca coisa!

O anúncio foi feito pela Global Language Monitor, uma entidade baseada no Texas [EUA] e que documenta, analisa e rastreia a língua inglesa em uso no mundo todo.

Eles ficam de olho em combinações e termos de todas as áreas científicas, jargões profissionais, gírias, expressões, combinações linguísticas [Hinglish = Hindi + Inglês; Spanglish = Espanhol + Inglês; Chinglish = Chinês + Inglês], Hollywords [palavras do mundo do cinema], etc. Eles observam: quantas vezes e com que frequência a palavra é citada; sua popularidade na internet [Youtube, websites, Twitter, blogs, etc]; mídia escrita; mídia televisiva; a extensão geográfica em que é usada; e coisas mais que para muita gente não faz o menor sentido.

Diante disto tudo, concluíram que a palavra digna de ocupar a posição de número 1.000.000 é "Web 2.0". Sim! "Web 2.0" é uma palavra. Ela saiu do jargão profissional e ganhou vez e voz no dia a dia das pessoas. Como ela expressa um conceito único ganhou o direito de ser considerada uma palavra.

Para quem não sabe "web 2.0", de modo simples e rápido, é um termo técnico que se refere à próxima geração de produtor e serviços na internet. Para muitos brasileiros o conceito pode ser novo, porém em inglês nem tanto.

"Web 2.0" concorreu com palavras de peso. Porém, não foram páreas para ela. "Jai ho" ficou com a 999.999ª posição.Esta palavrinha aí é uma expressão indiana cujo significado é parecido com "consegui", "venci", etc. Usada para expressar a alegria da vitória, da conquista. O termo ganhou popularidade por conta do filme "Slumdog Millionaire", ganhador de vários prêmios Oscar.

Este filme também nos deu a 999.997ª palavra da língua inglesa:slumdog, que significa criança que mora na favela. Embora ela aos poucos esteja servindo para fazer referência a qualquer pessoa que mora na favela. Logo, está se tornando comum o significado "favelado" para ela. Lembrando que é um termo ofensivo! Assim sendo, nada de ficar chamando os outros de slumdogs por aí.
"O que fazer para memorizar as palavras em inglês e lembrar delas quando precisar?

A má notícia é que não há uma varinha de condão capaz de fazer você memorizar tudo de uma só vez. O ideal é que você se esforce para aprender palavras, expressões, frases, collocations e tudo mais que for relacionado a vocabulário. O seu esforço, porém, deve ser eficiente. Não adianta fazer tudo de uma só vez. É preciso ter calma! Fazer lista com 20, 30, 40, 50 palavras e querer memorizar tudo é perda de tempo.

Saiba que é bom ter uma boa memória. E para ter uma boa memória o melhor mesmo é praticar. A memória é como se fosse um músculo. Logo, você tem de estimular - exercitar - este músculo com exercícios diários. Ah sim! Ter uma boa alimentação também ajuda muito!

Treine seu cérebro! Estimule-o a lembrar das coisas! Leia em inglês sem preocupação! Procure reconhecer palavras e expressões! Revise o seu material - anotações - de vez em quando! Faça com que seu cérebro reencontre vez ou outra aquilo que você está querendo lembrar com freqüência e sempre.

Três coisas são importante também para que seu cérebro memorize o que quer:

1) Motivação - Por que mesmo você está aprendendo inglês? Quais seus objetivos? Que metas você estabeleceu? O que está fazendo para atingir seus objetivos? Está se dedicando a isto?

2) Coerência - Está se organizando para estudar? Está organizando bem suas anotações ou está tudo bagunçado em pedaços de papel? Ou talvez tudo de qualquer jeito nos seus livros de inglês? Está procurando decorar listas e mais listas de palavras? Que tal organizar tudo de uma forma que faça mais sentido ao seu cérebro?
3) Reencontro - Você vez ou outra dedica um tempo - 30 minutos que seja - para rever aquilo que já viu? Suas anotações são 'revisitadas' com freqüência? O que você anotou um ano atrás no seu caderno? Como anotou? Que tal ter um caderno de vocabulário organizado alfabeticamente do português para o inglês para facilitar ainda mais?

Tudo isto é importante! Bem como algumas atividades, jogos, brincadeiras, etc que estimulem o seu cérebro!"

Vocabulário sobre Futebol


Espero que gostem! Na Inglaterra [país que deu suposta origem ao futebol] o termo é football; porém, nos Estados Unidos eles preferem dizersoccer. Vamos ao vocabulário!


Os matches – jogos, partidas – geralmente ocorrem nos weekends fins de semana – ou Wednesdays– quartas-feiras. Você como um devoted fan – fã incondicional – coloca a home colors – camiseta do seu time favorito, manto sagrado. Away games – jogos fora de casa – são sempre complicados; porém, caso o jogo seja at home – em casa – você vai ao stadium – estádio –,“ground” para os íntimos. A polícia e ainda os stewards – seguranças – estarão de olho para evitar tumultos e brigas. A intenção deles é manter opposing fans – torcedores rivais – separados; ou seja, home fans – torcedores do time local – de um lado e away fans – torcedores da equipe visitante – de outro.

Uma vez dentro do ground, você vai direto para o seu seat – assento, cadeira. Seu time do coração entra no pitch – campo. Primeiro, osplayers – jogadores – warm up – se aquecem, sprint around the pitch – correm ao redor do campo – e take shots at the goal – dão tiros livres ao gol.

Os officials – árbitro e bandeirinhas – estão no pitch também. Ao aproximar-se a hora do início da partida – match – o referee – juiz, árbitro – chama os captains – capitães – para o center cicle – círculo central. Os captains escolhem heads or tails – cara ou coroa. O referee toss the coin – joga a moeda. O captain vencedor escolhe ends – lado do campo. Após este processo os teams take their positions – assumem suas posições – o referee blows his whistle – apita – para okick-off – pontapé inicial, início da partida.

No final do first half – primeiro tempo – os players saem do pitch para um merecido descanso. No half-time – intervalo – o score – placar – está nil-nil(zero a zero). Os teamsretornam ao pitch e change ends – trocam de lado. Seu team kicks off – reinicia a partida – o second half – segundo tempo. Infelizmente, aos 25 minutos do second half osvisitors – time visitante – score a goal – fazem um gol – de um free-kick – tiro livre – outside the area – fora da grande área. A bolaswerved – fez uma curva – pela wall – barreira – e smashed into the corner of the net – encheu a rede. O match agora está one-nil – um a zero.

O goalkeeper – goleiro – had no chance – não teve chance. Ele chuta a bola out of the back of the net – para fora da rede. No entanto, seuteam é valente e não desiste. Você e os demais fans continuam a cheer up – incentivar, apoiar – a equipe. Seu team, então, começa a dominate the midfield – dominar o meio campo – e pushes the opponents back into their own half – pressiona o adversário no seu próprio campo. Não demora muito e o equaliser – gol de empate – sai. O striker – centro-avante – recebe a bola depois de um pinpoint cross – cruzamento preciso – e burries the ball in the net – manda a bola para o fundo da rede. A equipe adversária clama por um offside – impedimento – oreferee olha para o linesman – bandeirinha – nota que a flag – bandeirinha – is still down – está abaixada e allows the goal – confirma o gol.

Dois minutos antes do final whistle – apito final – uma foul – falta – derruba um dos seus forwards – atacantes – na box – grande área. O jogador que causou a falta grave recebe a red card – cartão vermelho. Você fica apreensivo. Prefere não ver o que está acontecendo.Mas arrisca! De repente, todos gritam euforicamente afinal o penalty – pênalti – foi scored – convertido. Agora, o score é two-one – dois a um. Two minutes to go – dois minutos para o final! O referee sinaliza que haverá apenas um minuto de injury time – descontos. A sensação de alegria é contagiante. Todos pedem pelo final whistle - apito final - Na tentativa de acalmar os ânimos da equipe adversária o coach – técnico – do seu team manda alguns substitutes – reservas – para owarm-up – aquecimento. Felizmente, o referee blows the final whistle – dá o apito final. The match is over – a partida acabou! Your team is the winner – seu time é o vencedor.

Acredito que com este texto, você será capaz de falar um pouco sobre uma partida de futebol para algum gringo. Em breve, volto com a segunda parte deste texto. Até lá você já tem muito para praticar. E vamos a Copa de 2014!



domingo, 16 de agosto de 2009

Competências e habilidades

O ensino no Brasil, apesar de tantas inovações tecnológicas levadas à sala de aula, ainda centra-se na aquisição de conteúdos. É o professor o centro do processo de ensino-aprendizagem.
Eis o paradigma que ainda norteia o processo ensino-aprendizagem em nossas escolas: o professor é colocado na posição daquele que "possui" o conhecimento e sua tarefa é "transmiti-lo" aos alunos. Embora já faça parte do discurso escolar de que não se aprende apenas na escola, a prática pedagógica revela a crença presente no interior das instituições escolares de que a aquisição de conhecimentos válidos passa pela somente pela escolaridade.
Será que isso basta para atender as necessidades da sociedade atual e também do aluno que nela vive?
Estudiosos contemporâneos, afirmam, que as transformações pelas quais a sociedade está passando, estão criando uma nova cultura e modificando as formas de produção e apropriação dos saberes.
Caberia então aos professores mediar a construção do processo de conceituação a ser apropriado pelos alunos, buscando a promoção da aprendizagem e desenvolvendo habilidades importantes para que eles participem da sociedade que muitos estão chamando de "sociedade do conhecimento".
O professor é um elemento chave na organização das situações de aprendizagem, pois compete-lhe dar condições para que o aluno "aprenda a aprender", desenvolvendo situações de aprendizagens diferenciadas, estimulando a articulação entre saberes e competências. Reafirma-se, assim, a aprendizagem como uma construção, cujo epicentro é o próprio aprendiz.
Teríamos dessa maneira: o processo de desenvolver habilidades através dos conteúdos. Em lugar de continuar a decorar conteúdos, o aluno passará a exercitar habilidades, e através delas, a aquisição de grandes competências.
A grosso modo, podemos dizer que, o que levará, efetivamente, ao bom êxito do programa, será a capacitação dos professores, para que possam atuar com desenvoltura e segurança em relação à nova proposta.
O que vem ocorrendo no ensino é uma dependência muito grande do professor em relação ao livro didático, em detrimento de sua própria função em sala de aula. Daí, na presente orientação, a responsabilidade cair sobre o professor, independentemente do livro.
Fica evidente nesta proposta a necessidade da existência de uma atividade construtiva sobre os objetos do conhecimento, desse modo, cumprindo a função primordial da escola que é a de ensinar, agindo e intervindo para que os alunos aprendam o que sozinhos não teriam condições de fazê-lo por si mesmos.
Como conseqüência, teremos também uma necessária mudança no conceito do que é ensinar. O que predomina é o conceito de ensino enquanto informação, apoiado numa relação passiva professor-aluno, que na maioria das vezes por meio do livro didático, "transmite" as informações para o aluno, que normalmente as repetem, sem conseguir associá-las a uma interpretação e ligação com a realidade, que forneça sentido ao próprio aprendizado. Daí, uma das grandes dificuldades que o aluno encontra para processar e transferir essas informações para diferentes campos do saber, ou para situações que exigem uma real compreensão de conceitos.

Competências/Habilidades

As competências/habilidades são inseparáveis da ação, mas exigem domínio de conhecimentos;

Competências se constituem num conjunto de conhecimentos, atitudes, capacidades e aptidões que habilitam alguém para vários desempenhos da vida;

Habilidades se ligam a atributos relacionados não apenas ao saber-conhecer mas ao saber-fazer, saber-conviver e ao saber-ser;

As competências pressupõem operações mentais, capacidades para usar as habilidades, emprego de atitudes, adequadas à realização de tarefas e conhecimentos;

Algumas Competências/Habilidades:

Respeitar as identidades e as diferenças;
Utilizar-se das linguagens como meio de expressão, comunicação e informação;
Inter-relacionar pensamentos, idéias e conceitos;
Desenvolver o pensamento crítico e flexível e a autonomia intelectual;
Adquirir, avaliar e transmitir informações;
Compreender os princípios das tecnologias e suas relações integradoras;
Entender e ampliar fundamentos científicos e tecnológicos;
Desenvolver a criatividade;
Saber conviver em grupo;
Aprender a aprender


Qual a diferença entre Competências e Habilidades?

De acordo com o professor Vasco Moretto, doutorando em Didática pela Universidade Laval de Quebec/Canadá:

" As habilidades estão associadas ao saber fazer: ação física ou mental que indica a capacidade adquirida. Assim, identificar variáveis, compreender fenômenos, relacionar informações, analisar situações-problema, sintetizar,julgar, correlacionar e manipular são exemplos de habilidades.
Já as competências são um conjunto de habilidades harmonicamente desenvolvidas e que caracterizam por exemplo uma função/profissão específica: ser arquiteto, médico ou professor de química. As habilidades devem ser desenvolvidas na busca das competências."

"De que competências se está falando? Da capacidade de abstração, do desenvolvimento do pensamento sistêmico, ao contrário da compreensão parcial e fragmentada dos fenômenos, da criatividade, da curiosidade, da capacidade de pensar múltiplas alternativas para a solução de um problema, ou seja, do desenvolvimento do pensamento divergente, da capacidade de trabalhar em equipe, da disposição para procurar e aceitar críticas, da disposição para o risco, do desenvolvimento do pensamento crítico, do saber comunicar-se, da capacidade de buscar conhecimento. Estas são competências que devem estar presentes na esfera social, cultural, nas atividades políticas e sociais como um todo, e que são condições para o exercício da cidadania num contexto democrático". PCN- Ensino Médio

As diretrizes do MEC explicitam 5 competências:

domínio de linguagens
compreensão de fenômenos
construção de argumentações
solução de problemas
e elaboração de propostas
Loading...